« Home | Uma violação dos estatutos » | Músicas » | Cada vez me convenço mais que o João César das Nev... » | Política de Verdade 09 » | As piadas da Manuela » | Intervalo... » | Um debate clarificador » | Onde esteve ontem Jerónimo de Sousa? » | O facebook é nice! » | Dúvida existencial »

terça-feira, setembro 08, 2009

Jerónimo de Sousa no Público

A César o que é de César, o que por outras palavras quer dizer que se deve criticar quando achamos que há razão para isso e que se deve louvar quando a nossa consciencia assim o dita. Hoje dei por mim a ler a entrevista de Jerónimo de Sousa ao Público e tenho de reconhecer que é uma grande entrevista. Sóbrio sem entrar nos ataques á esquerda, sem deixar de criticar o Bloco naquilo que são as diferenças entre ambos os partidos e sempre de uma forma clara. Posso não concordar com a crítica mas em política se há diferença de opinião as sitações são analisadas pela razão de cada um. Sem dramas nem paternalismos que tantas vezes caracterizam as intrevenções do PCP.
Nunca perdeu de vista o principal adversário nestas eleições, o PS e deixou linhas claras quanto ás eleições presidenciais. vejam aqui, aqui, aqui e ainda aqui a entrevista no Público online
.
Nota: não sei se as 4 partes ficaram pela ordem correcta mas não altera em nada o sentido.

Etiquetas:

3Comenta Este Post

At 9/08/2009 11:47 da tarde, Blogger Augusto escreveu...

Daniel então o Jeronimo tem duvidas, que o voto no Bloco seja um voto de ruptura....

Volta a sugerir que não sabe, se o Bloco é um partido ou um movimento, e se tem ideologia....

Depois de assistir ao debate de hoje do Louçã-Socrates

E o comparando-o com o debate Jeronimo-Socrates, pode-se questionar se o PCP é um partido de ruptura????

 
At 9/09/2009 3:49 da tarde, Blogger Daniel Arruda escreveu...

Augusto, eu frisei que há coisas que ue não concordo nas ideias de Jerónimo, mas no global a entrevista está boa. Não peço ao Jerónimo que defenda o BE como não peço ao Louçã que defenda o PCP.
Salientei o tom em que ele trata o BE que é muito diferente de registos anteriores. ode ser apenas eleitoralismo, não duvido mas mesmo assim é um grande avanço em relação a intrevenções anteriores.

 
At 9/09/2009 11:40 da tarde, Blogger Furia do Cajado escreveu...

Daniel
Ainda tens dúvidas que o partido da vanguarda tem uma estratégia sectária de poder, a qual passa por tácticas pontuais e passageiras subordinadas ao seu exclusivo interesse?
Basta ler o Avante...

 

Enviar um comentário

<< Home