« Home | Isto só outro mundo seria possível. Ou em Portugal... » | Porque hoje é 13 de Maio » | Não se pode confiar neles, é o que é... » | É desta que me vão chamar nomes » | Desculpa Daniel, mas tenho que te dar porrada!!! O... » | Mais uma dúvida existencial » | Arcos-iris e coisas assim » | Racismo, apenas? » | Sou Português, sou Aficionado, sou dos Toiros » | Por detrás da porta... »

quinta-feira, maio 14, 2009

"Parece ridiculo"

Já aqui tinha dito que ando sem paciência...

Qual precariedade, qual juventude sem objectivos e sem futuro, qual desemprego, qual abandono escolar...o problema está nos decotes, nas barrigas à vela e nas mini-saias. Vistam-se as garinas, peguem-se nas bitolas, crie-se um posto de trabalho de medidor oficial de saias e tops, parte de cima e parte de baixo, para conseguir um trabalhito em full time, claro que pode ser a recibo verde, e eis que uma Escola dá a sua contribuição para o futuro dos nossos filhos e para o combate ao desemprego.
A Confap apoia. Isto é, os pais deixam as filhas sairem para a rua de decote e mini-saia e barriguita ao léu e depois dizem que "a própria sociedade tem normas morais e éticas". Ou seja, os pais não fazem parte da sociedade; fazem parte, mas não têm normas morais e éticas; têm normas morais e éticas, mas não são capazes de as transmitir e apostam no tal medidor encartado...e por aí fora...

Tudo isto a bem dos tais valores morais e da missão da escola de ensinar aos jovens "regras para a vida". Tipo, regra nº1: quando fores trabalhar para um call center a ganhar 200€ por mês, nunca leves mini-saia. Regra nº2: quando acabares o curso superior e fores para caixa de supermercado, sem horários e sem folgas, não uses decote. Regra nº3: quando tiveres que ficar em casa dos teus pais até à reforma, que, tira o cavalinho da chuva, muito provavelmente não vais chegar a ter, por não teres estabilidade para encontrar uma casa tua, tapa a barriga. Regra nº4: quando os teus pais te deixarem entrar alcoolizada em casa aos 13 ou 14 anos, às 6 ou 7 da matina, não te esqueças de olhar bem se estás compostinha.

"Parece ridiculo", diz um jovem. Pensando bem, também me falta outro termo mais adequado.

Etiquetas:

2Comenta Este Post

At 5/14/2009 1:15 da tarde, Blogger josé palmeiro escreveu...

Desculpa Isabel, mas perante tanta "merda" que verte daquelas cabeças, só me resta perguntar:
Porque não a volta do Estado Novo?
Rea tudo tão certinho, não era?
Até se metiam os comunistas na prisão e os bons costumes, bem, esses nem se fala!!!
As meninas, aprendiam a ser castas e puras, que bom!!!
E os meninos, bufos, frustrados, delatores, fascistas, que bom que era!!!
Que tristeza!!!

 
At 5/14/2009 1:17 da tarde, Blogger josé palmeiro escreveu...

Esquecía-me de uma coisa importante.
Até havia um curso de "Formação Feminina" onde as meninas, aprendiam a ser mulheres, bem comportadas!!!

 

Enviar um comentário

<< Home