« Home | O que será que vão dizer a seguir » | Homem prevenido vale por dois » | Carlos Cruz - "Preso 374" » | In our world » | Um cheirinho de ontem... » | Nem sempre ter razão nos dá satisfação.... » | O novo governo » | Como seria aquele Parlamento se a Cicciolina ainda... » | Porque será II » | Eu também tenho vergonha, mas é de ser conterraneo... »

segunda-feira, outubro 26, 2009

Benfica - Nacional (depois do jogo)

Manuel Machado, treinador do Nacional, refere-se a Jorge Jesus treinador do Benfica, como cretino.
Rui Alves, presidente do Nacional, refere-se a Luís Filipe Vieira presidente do Benfica, como rafeiro.
.
Independentemente de eu saber que 6-1 custam a engolir há coisas que não se dizem. Pior ainda quando já se esqueceram do que se passou nos últimos dois jogos entre estas equipas no Estádio da Luz. É que desta vez nem um árbitro encomendado pelo amigo Papa do Norte os salvou. Porque na Catedral mora uma equipa com outra atitude.

Etiquetas:

4Comenta Este Post

At 10/27/2009 10:15 da manhã, Blogger André M. Palmeiro escreveu...

Do sr. Rui Alves mais vale nem falar, é um ser hediondo, despido de escrúpulos, que ataca tudo e todos fora da sua esfera de influências (mais vasta do que possa parecer) e não tem um único pingo de classe que justifique a visibilidade que, de modo meritório, há que ser justo, uma excelente sequência de técnicos e de jogadores têm granjeado para a colectividade madeirense. É um homem que dispara para todos os lados, respaldado pelos obscurantismos do(s) poder(es) futebolístico e regional!

Acerca de Manuel Machado não me alongo; conhecedor como sou das ciumeiras que pululam entre agentes desportivos, nomeadamente entre aqueles que padecem de um certo síndrome de novo-riquismo e aqui incluo também Jorge Jesus, um extraordinário técnico de futebol, um "mestre da táctica" como gosto de lhe chamar, mas incapaz de lidar positivamente quer com o sucesso quer com o insucesso em virtude da sua menor formação cívica, julgo que falar de Machado, conhecido pelo celebérrimo "Machadês",aka português muito peculiar, seria incidir nos mesmos aspectos já aludidos para Jorge Jesus.

Embora reconheça que o stress que advém de uma constante exposição pública pode facilmente despoletar reacções a quente pouco caldeadas, creio que neste como noutros casos (vidé Manuel José/João Barnabé no campeonato angolano) uns pozinhos de civismo e umas boas saquetas de chá ajudariam a remediar alguns problemas, que de pequenos rastilhos se transformam em autênticos anátemas.

Termino, "parabenizando", como diria um saudoso técnico brasileiro com estada em Portugal, Paulo Autuori, o SLB, pela prepotência futebolística exibida e genialidade de alguns dos seus executantes... Enquanto lagarto militante esta última frase custou-me imenso, enfim...

 
At 10/27/2009 11:11 da manhã, Anonymous Anónimo escreveu...

o benfica mereceu ganhar,mas 2 penaltis e 2 expulsoes,enfim.eu nao vou aos estadios com familia por causa do sr.orelhas e o cretino,das coisas que dizem e fazem.obrigado.

 
At 10/27/2009 3:29 da tarde, Blogger Daniel Arruda escreveu...

André, é verdade o que dizes mas é bom relembrar que quem começou esta guerra foi o Manuel Machado vai para 3 anos.
Quanto à ultima frase é exactamente isso que me preocupa. Daqui a 3 jornadas vamos a Alvalade e é de tradição que quem está pior ganha o derby.

 
At 10/27/2009 3:32 da tarde, Blogger Daniel Arruda escreveu...

Anónimo, Nem te vou levat a sério. O árbitro foi mau mas dizer que só beneficiou o Benfica. E o golo do nacional. Quanto aos penaltys um foi e o outro o árbitro erro. Quanto ás expulsões uma é ao min 90+1 e são as duas justas e por isso sem influência por isso no resultado.
6-1 e falam do árbitro?!?!?!?! Já não falta mais nada

 

Enviar um comentário

<< Home